segunda-feira, 18 de junho de 2012

Chia – A sementinha do bem




Originária do México, a Chia é uma semente que foi muito consumida por civilizações antigas, principalmente por aqueles que precisavam de resistência física e força. É considerada um superalimento funcional e nutricional, é a fonte vegetal conhecida mais rica em ácidos graxos.

Ômega-3

Esta gordura do bem é responsável por afastar as doenças cardiovasculares. Reduz a formação de coágulos sanguíneos e arritmias, diminui o colesterol circulante no sangue e também aumenta a sensibilidade à insulina. Ajuda na regulação da pressão dos vasos sanguíneos uma vez que aumenta a fluidez sanguínea, evitando assim, o aumento da pressão arterial. Além disso, fortalece o sistema neurológico aumentando a absorção de nutrientes. 100 gramas da semente de Chia têm oito vezes mais ômega-3 que um pedaço médio de salmão.

Efeito saciedade

A semente de Chia é rica em fibras solúveis e insolúveis  que ajudam o trânsito intestinal, evitando ou atenuando a prisão de ventre.  Como parâmetro, a aveia possui 9,1g de fibras a cada 100g do grão enquanto  a Chia tem 13,6g de fibra. Também proporciona mais saciedade, pois ao entrar em contato com líquido no interior do estômago forma uma espécie de "gel" que dilata o estômago, auxiliando  no emagrecimento.

Proteínas

Excelente para quem faz atividade física e precisa de uma boa fonte de proteínas para a reconstrução muscular. 100 gramas da semente de Chia possuem 16g de proteína em sua composição enquanto que em 100 gramas de arroz integral cru há 8 gramas de proteína. A semente ajuda na manutenção de massa muscular, fornecendo mais energia para as células nervosas e complementando as necessidades proteicas - uma porção da semente de Chia tem 8.6% das nossas necessidades diárias nesse nutriente. 

Antioxidantes contra radicais livres
 
A semente de Chia possui ácido cafeico e ácido clorogênico, que atuam como antioxidantes ajudando a neutralizar os radicais livres, combatendo o envelhecimento celular e prevenindo contra muitas doenças como o câncer por exemplo.

Ferro

100 gramas da semente de Chia oferecem três vezes mais ferro que a mesma quantidade de espinafre, por exemplo.

Cálcio

Indicada para pessoas com intolerância à lactose e que  precisam de uma fonte de cálcio segura.  Segundo pesquisas,  100 gramas da semente de Chia (equivalente a sete colheres de sopa) tem seis vezes mais cálcio que meio copo de leite integral - que tem em média 246 mg do nutriente. O cálcio presente na chia ajuda na formação da massa óssea, evitando a osteoporose. Uma porção de semente de chia (25 gramas) tem cerca de 20% da nossa necessidade diária de cálcio. 

Magnésio

Essencial para o pleno funcionamento do nosso cérebro, o magnésio também está muito presente na semente de chia. "Em comparação com 100 gramas de brócolis, a semente de chia tem 15 vezes mais magnésio".  Uma porção possui 27.9% das nossas necessidades diárias desse nutriente.

Potássio

Esse nutriente tem grande participação na ação muscular, sendo essencial para quem pratica exercícios físicos todos os dias. 100 gramas da semente de chia têm duas vezes mais potássio que duas bananas grandes. Nesse caso você pode até consumir a dupla junto, garantindo potássio de sobra para a atividade física. Uma porção de chia tem 6.4% das nossas necessidades diárias de potássio. 

Vitamina A

Melhora o sistema imunológico e protege a pele e os olhos contra o processo de envelhecimento. Uma porção diária da semente de chia possui cerca de 20% das nossas necessidades dessa vitamina.

Complexo B

A semente de Chia também possui em sua composição todas as vitaminas do complexo B, importantes para o bom funcionamento do sistema nervoso auxiliando também no metabolismo das células. A porção da semente tem 13% das necessidades diárias de niacina, 4.6% das de riboflavina e 30% das de tiamina. 

Manganês

Contribui na síntese de várias reações enzimáticas, além de estimular o crescimento dos ossos e do tecido conjuntivo. Uma porção da semente de chia tem 63.5% das necessidades diárias de manganês

Zinco
Melhora o paladar, olfato e visão e a imunidade. Promove a liberação do hormônio do crescimento e ajuda na formação de colágeno. Na porção de chia você encontra 12.3% das necessidades diárias de zinco. 

Cobre

Facilita a absorção do ferro sendo o  catalisador na formação da hemoglobina. Aumenta a imunidade e ajuda na formação de elastina e colágeno. A porção da semente possui 30.5% das necessidades diárias de cobre. 

Como consumir chia

Ela pode ser consumida misturada em frutas, adicionada em saladas, no preparo de iogurtes, sucos naturais ou na comida ou na elaboração de pães e biscoitos. O ideal é comer uma colher (sopa) da semente 30 minutos antes das refeições.

 
 Aveia dormida no leite

Coloque três colheres de sopa de aveia em flocos numa vasilha e cubra com leite. Deixe na geladeira até o dia seguinte.
Complete com maçãs picadas, mel e sementes de Chia.
Uma deliciosa maneira de começar o dia!

2 comentários:

  1. Oi Sogra! =D

    Não conhecia a Chia e nem sabia de todos esses nutrientes.
    Bem interessante :)

    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tão pequena e tão importante!
      Agradeço a visita!
      Beijo

      Excluir